Some things I cannot change but ’til I try I’ll never know

Acabei de criar um countdown da minha viagem pro meu iGoogle, como eu fiz com a viagem pros EUA (aquela que eu fiz e sobre a qual nunca escrevi, haha).

Dessa vez vou tentar ser menos perdida (duvido) e escrever mais a respeito, até porque a viagem é toda uma experiência transcedental mística de auto-conhecimento. Ou de pesquisa, se a banca da seleção de mestrado do ano que vem perguntar. Como escrever no blog talvez seja um pouco difícil por questões técnicas, tipo falta de computadores e internets liberadas (tipo a que eu tenho DO MEU LADO, NO MEU QUARTO, e mesmo assim nunca escrevo aqui), a solução é o bom e velho papel e, levada pela minha obsessão por bloquinhos e cadernos, farei um diário de viagem (ou, ao menos, morrerei tentando). Difícil é me segurar pra não começar a sair escrevendo nele, de tanta coisa que eu preciso dizer sobre a vida, o universo e tudo mais com relação a essa viagem (vide a ressureição deste singelo espaço), faltando ainda 61 dias, 15 horas e x minutos pro avião sair de Porto Alegre me levando pra uma aventura completamente surreal.

E agora eu tenho dois meses para me preparar, sendo que nesses dois meses tem final de semestre, Natal e Ano Novo e um emprego novo no caminho, o que na verdade me deixa com menos de um mês de preparo. Logo, preciso do contador. Pra não surtar. Mais.

E continuo me segurando pra já não começar a encher as páginas do meu diário de viagem. Pra mim, ela já começou.

Advertisements

Leave a comment

Filed under A vida, o universo e tudo mais

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s